Professores e estudantes fazem visita ao parque industrial do grupo FC Oliveira

postado em: Notícias | 0

Esta semana, o Grupo FC Oliveira, por meio de seu vice-presidente, Francisco Nagib, recebeu a visita de três turmas de alunos da Escola Estadual Lucia Bayma. Os estudantes ficaram bem entusiasmados e impressionados com as dimensões e a organização dentro do complexo industrial. A visita se iniciou no auditório da empresa, onde as turmas puderam assistir a um vídeo institucional falando sobre a história do Grupo FC Oliveira, suas empresas e áreas de atuação.

Visitantes no Grupo FC Oliveira
Visitantes no Grupo FC Oliveira
Acompanhados por Nagib, os alunos conheceram as instalações das fábricas, suas divisões, departamentos, conhecendo as linhas de produção, o processo de fabricação dos produtos e a logística para que a produção chegue a mais de quinze estados da federação. O empresário conversou com os alunos, falou sobre a rotina de trabalhos dentro do complexo industrial, além dos variados tipos de profissionais que atuam nas diferentes empresas do grupo.

“Esse tipo de visita é muito satisfatória para nós. Nesse pequeno intercâmbio, os estudantes podem conhecer nossas empresas e ver de perto como sempre primamos pela força de vontade, determinação, ética, organização e em fazer as coisas com amor. Quero agradecer muito as presenças dos professores Milton, João Paulo, Vanda e Ronaldo e a todos os alunos da Escola Lucia Bayma”, agradeceu.

Incentivar a juventude

O vice-presidente também falou aos jovens sobre a importância da formação profissional e de sempre estar criando formas e programas que incentivem o aprendizado técnico para a juventude.

“Como codoense, sempre quero ver o bem e o desenvolvimento da nossa cidade. Uma das melhores formas de investirmos em nosso município é fazer com que nossos jovens estudantes se capacitem e se desenvolvam, como, por exemplo, o programa Jovem Aprendiz, que implementamos aqui em nossa empresa. Por isso é um prazer receber esses jovens aqui, mostrar nossas divisões e a forma como trabalhamos. Esperamos que eles tenham uma nova visão do mercado, um novo conceito das relações de trabalho e que possamos motiva-los em suas perspectivas e formação futura. É imprescindível despertar nesse jovens o interesse por profissões e que possam atuar no mercado de trabalho em nossa própria cidade, junto a suas famílias”, finalizou Nagib.